Sem título‎ > ‎

Poesia em tempos de coronavírus

postado em 27 de abr. de 2020 03:31 por Gisele Mello

Tem não tem

(Poesia em tempos de coronavírus)

Roberto E. Zwetsch

 

Não tem abraço

Não tem beijo

Não tem encontro também.

Mas tem afeto

E tem olhos

Tem a dignidade de (sobre)viver.

 

Não tem reunião

Não tem trabalho fora

Não tem festa.

Mas tem música

Dança, poesia,

Invenção e criatividade.

 

Não tem saída

Ou caminhada

Não tem viagem programada.

Mas tem carta por e-mail

E tem videoconferência

E o contato virtual.

 

Não tem jeito

Não tem nada

Que flexibilizar.

O caminho é a paciência

A consciência

De viver intensamente

 

Esta reclusão voluntária

A decisão solidária

De não contaminar ninguém.

E não deixar de pensar

De se solidarizar

Com quem no front da batalha

 

Joga a vida e a saúde

Pra salvar quem mais precisa

De ar, amor e paixão.

De buscar a solução

Que não virá sem pesquisa

Esforço e determinação.

 

Tempos difíceis, obscuros

Tempos de revelações

Tempos de desmascarar

Fascistas e autoritários

Governantes temerários

Perversos até a medula.

 

Mas no fundo também

Nasce algo novo sob as cinzas

Uma luta clandestina

Que um dia virá à luz

E será um carnaval de alegria

A celebração do novo dia – dia da libertação!

Pelotas, abril de 2020.
Comments